John Wick me devolveu o interesse por filmes de ação

Não me recordo qual foi a última vez que fui ao cinema assistir um filme de ação. E não coloco dentro do gênero produções como Missão: Impossível ou a franquia 007, pois os considero como espionagem e não ação (talvez uma mistura entre os dois). Na categoria Ação, eu encaixo produções como a franquia Rambo, o ótimo Massacre no Bairro Japonês, filmes com Chuck Norris como Comando Delta, Braddock, os filmes de Bruce Lee, Charles Bronson, Van Damme (perdi a conta de quantas vezes assisti Risco Máximo ou O Grande Dragão Branco).

Continue readingJohn Wick me devolveu o interesse por filmes de ação

Cinco melhores (e piores) finais de séries

Na semana que os fãs de séries se preparam para se despedirem de Game of Thrones, um dos programas de televisão que marcaram uma geração de espectadores, resolvi fazer uma lista dos cinco melhores (e piores) finais de série. O que me motivou também a fazer essa lista (além de gostar muito de listas) foi a decepção que essa temporada final da série vem causando. Alguns fãs mais fervorosos criaram uma petição que pede para toda a temporada ser refilmada. Como eu assisto Game of Thrones sem qualquer compromisso (o que me levou mesmo a assistir foi o fato de todo mundo ficar comentando a série, e particularmente gostei de GoT até a quarta temporada), pensei que seria uma boa reviver algumas memórias boas e outras não tão boas assim.

Continue readingCinco melhores (e piores) finais de séries

É hora de voltar a escrever

Já faz algum tempo que eu não publico aqui. É bem verdade que desde o Oscar eu não me senti empolgado em escrever sobre aquilo que eu estava assistindo (ou mesmo sobre qualquer outro assunto relacionado a Cinema ou Série). Assisti apenas alguma coisa de uma série documental de comida aqui, uns episódios de Peaky Blinders ali, e uma viagem de férias/lua de mel nesse interim que realmente sacudiu alguma coisa que me devolveu essa vontade.

Continue readingÉ hora de voltar a escrever

O que ficou do Oscar 2019

Foi uma premiação surpreendentemente boa. E sem apresentador. Teve muitas surpresas, boas e ruins. E controvérsias, claro. Afinal de contas, estamos falando do Oscar. O que seria dessa premiação se não fosse por escolhas controversas e decisões estranhas? Mas esses fatos foram compensados com discursos emocionantes, vitórias marcantes e uma apresentação histórica. Veja abaixo os dez momentos que serão lembrados do Oscar 2019:

Continue readingO que ficou do Oscar 2019

Oscar 2019: confira a lista completa de vencedores

O Oscar é uma premiação que, ano após ano, recebe críticas por ser arrastada demais, longa e cujo protocolo às vezes tira completamente a naturalidade de quem sente a emoção ali na hora de receber o prêmio. Isso foi tudo o que não aconteceu na cerimônia desse ano, a primeira em 30 anos sem um apresentador (o tal host). E alguém sentiu falta? Não, até porque impossível lembrar depois do Queen fazer a abertura, certo? Além disso, a premiação aconteceu de maneira mais rápida e sem interferências que pouco acrescentavam. Algumas críticas surgiram sem a necessidade de um host para fazê-las, como quando Keegan Michael-Key desceu com um quarda-chuva para apresentar Mary Poppins e, lembrando Donald Trump, largou o objeto de qualquer jeito.

Continue readingOscar 2019: confira a lista completa de vencedores