Séries

Conheça game criado por brasileiro que aparece na 4ª temporada de House of Cards

A 4ª temporada de House of Cards já está disponível na Netflix e, lógico, está dando o que falar por toda a Internet – possivelmente deve ter algum grupo de pessoas conversando sobre isso agora mesmo em algum lugar. Como de costume, a série não chama atenção apenas por sua história, mas também pelos joguinhos que servem como passatempo para Frank Underwood e que ajudam também a ilustrar a trama. Nessa 4ª temporada, o jogo criado por um brasileiro aparece no episódio nove. Se trata de Agar.io, desenvolvido por Matheus Valadares e que pertence hoje à empresa britânica Miniclip.

Em entrevista à revista Business Insider, a empresa disse que recebeu uma ligação da equipe de House of Cards pedindo autorização para colocar o jogo na série. “Foi uma ligação inesperada e ficamos muito animados. Agar.io entra para a longa lista de games jogados por Frank Underwood e esperamos que essa participação nos traga novos jogadores”, disse um assessor da Miniclip.

Uma vez que cada usuário pode personalizar a sua própria célula, a versão do jogo que é mostrada em House of Cards foi totalmente recriada pela Miniclip exclusivamente para a série – é o que conta também o assessor na mesma entrevista. Nessa versão especial, imagens de personalidades políticas como Barack Obama e Hillary Clinton não apareceram durante as gravações.

Essa não é a primeira vez que um jogo de celular aparece em House of Cards. Na terceira temporada, o game independente Monument Valley, do também estúdio britânico UsTwo, foi mostrado sendo jogado por Frank Underwood. Naquela ocasião, não demorou muito para que o aplicativo rapidamente alcançasse o topo da AppStore.

Aliás, o game também é citado junto com uma crítica fictícia feita por Tom Yates, que Underwood naquela ocasião contrata para escrever sobre o seu programa de empregos chamado America Works (AmWorks). Em um outro momento, Tom Yates o apresenta ao game The Stanley Parade, que Underwood não consegue entender o seu objetivo em jogá-lo.

A paixão de Frank Underwood por games é uma característica marcante na série desde a primeira temporada. Antes de se mudar para a Casa Branca, onde jogar ficou cada vez mais difícil, seu grande vício eram os jogos do PlayStation, como Call Of Duty ou Killzone 3, e também do PS Vita, que o ajudava a relaxar nos momentos mais complicados.

Conway alimentando o vício de Frank Underwood. | Foto: Reprodução/Netflix
Conway alimentando o vício de Frank Underwood. | Foto: Reprodução/Netflix

[ATENÇÃO: SPOLEIRS NO PRÓXIMO PARÁGRAFO]

O game faz com que os seus jogadores criem suas próprias células e tentem perseguir outras enquanto se expandem pelo mapa. O jogo é mencionado pelo governador de Nova York, Will Conway (Joel Kinnaman), que está concorrendo à presidência pelo partido Republicano. O jogo é uma clara referência que, na política, quanto mais pessoas você formar em sua chapa maios chances você tem de vencer – numa também alusão ao método confuso da eleição americana, que vence quem conquistar o maior número de delegados em cada estado.

Crédito da Imagem: Reprodução/Netflix

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *