Cinema

Daniel Radcliffe pós-Harry Potter faz personagens ‘esquisitos’

Desde que acabou a franquia Harry Potter, Radcliffe vem buscando papéis, digamos, ‘esquisitos’. Ele mesmo não tem vergonha de admitir a preferência, e chegou até a afirmar que “são os papéis pelos quais tem interesse” e que “ser diferente é legal”.

Em seu último filme lançado Victor Frankenstein, Radcliffe interpreta o assistente que ajuda a reanimar tecidos mortos em nome da ciência, Igor. O longa traz uma versão diferente do clássico romance de Mary Shelly, que é contato pelos olhos do assistente. Apesar dos atores populares no elenco, a produção conta também com James McAvoy (astro da franquia X-Men), o filme não foi muito bem na estreia norte-americana (veja o trailer abaixo).

A mulher de preto

woman-in-black-daniel
Foto: Divulgação

O primeiro filme após “Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2” foi o terror “A mulher de preto” (2012), no qual o ator interpreta um jovem advogado que viaja para um remoto vilarejo para cuidar dos papéis de um cliente recém-morto. Lá ele é assombrado por um fantasma de uma mulher que busca vingança. O filme arrecadou cerca de US$ 110 milhões nas bilheterias mundiais, e se tornou o longa britânico de terror de maior público nos últimos 20 anos.

Versos de um crime (2013)

kill_your_darlings
Foto: Divulgação

Na última versão cinematográfica feita para relembrar a geração beat, Radcliffe vive o poeta americano Allen Ginsberg, conhecido pelo livro Howl. O filme mostra um tímido Ginsberg que abandona a casa dos pais a caminho da autodescoberta na Universidade de Columbia, onde encontra uma vida repleta de emoções que envolvem jazz, drogas e sexo. O filme arrecadou US$ 1,03 milhão nos EUA.

Amaldiçoado (2013)

horns_daniel_radcliffe
Foto: Divulgação

Mais um filme de terror/suspense para a lista de Radcliffe, em Amaldiçoado ele faz um personagem acusado de estuprar e matar a namorada. Para buscar o verdadeiro acusado pelo crime, ele usa habilidades paranormais que envolvem um pequeno chifre. O filme teve uma arrecadação ainda mais inexpressiva mundialmente, com cerca de 750 mil.

Será que? (2013)

sera_que_1
Foto: Divulgação

A primeira comédia romântica feita por Radcliffe foi melhor aceita pelo público, arrecadando mais US$3 milhões nos EUA. No filme, o personagem dele fica obcecado por Chantry, vivida pela atriz Zoe Kazan. A relação de amizade dos dois começa a entrar em conflito quando eles começam a se apaixonar um pelo outro – o fim é previsível.

Imperium (2016)

Screen Shot 2015-09-24 at 10.04.26

O próximo filme a ser lançado por Radcliffe é um drama baseado em fatos reais que conta a história de um analista do FBI infiltrado num grupo terrorista neonazista. A camisa exército, a cara de mal e o cabelo raspado compõe o visual skinhead.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *