Discursos políticos marcam a cerimônia do SAG Awards; confira os vencedores

O prêmio do Sindicato dos Atores, o SAG Awards, aconteceu no domingo (30) e foi caracterizada por ter diversificado os vencedores mas, principalmente, pelos discursos políticos um dia após o decreto assinado pelo presidente dos EUA, Donald Trump, proibindo a entrada de imigrantes islâmicos no país.

O prêmio do Sindicato dos Atores, o SAG Awards, aconteceu no domingo (30) e foi caracterizada por ter diversificado os vencedores mas, principalmente, pelos discursos políticos um dia após o decreto assinado pelo presidente dos EUA, Donald Trump, proibindo a entrada de imigrantes islâmicos no país. Discursos de vitória como o do ator Mahershala Ali (Moonlight), William H. Macy (Shameless), Julia Louis-Dreyfus (Veep) e Bryan Cranston (All The Way), só para citar alguns, foram todos marcados por críticas à Trump.

Se os discursos foram os pontos altos da cerimônia, talvez uma das mais longas dos últimos anos, a homenagem à atriz Lily Tomlin também foi um dos momentos mais emocionantes. Há cinquenta anos trabalhando na indústria, Tomlin foi engraçada, deu conselhos para quem está apenas começando no negócio e ressaltou os trabalhos de militância pelos direitos iguais e luta constante por aqueles que mais precisam.

Elenco de Stranger Things botou o lugar abaixo com vitória. | Foto: Reprodução

Outro segmento emocionante da cerimônia desse ano foi o In Memoriam. Com tantos grandes artistas que faleceram no ano passado, a última tela com a foto de Carrie Fisher e Debbie Reynolds deu para embargar um pouco e se emocionar novamente. A verdade é que esta foi uma das melhores cerimônias do SAG, que normalmente entrega sim bons momentos ano após ano.

Mas pelo contexto político e todo o debate que está em vigor nos EUA, e em parte do mundo no momento, fez com que a cerimônia tornasse mais relevante. O discurso de vitória de Stranger Things, lido por David Haybour, é um bom exemplo do quanto os artistas estavam com vontade de inflamar o lugar e conclamar o povo a se levantar e lutar. Claro, esse é o momento para eles usarem a influência que têm – e vale o mesmo para os prêmios.

Confira a lista completa dos vencedores logo abaixo:

Melhor Elenco

Estrelas Além do Tempo

Melhor Ator

Denzel Washington, por Um Limite Entre Nós

Emma Stone ganhou como Melhor Atriz. | Foto: Reprodução

Melhor Atriz

Emma Stone, por La La Land: Cantando Estações

Melhor Elenco em Série (Drama)

Stranger Things

Melhor Atriz em Série (Drama)

Claire Foy, por The Crown

Melhor Ator em Série (Drama)

John Lithgow, por The Crown

John Lithgow e Claire Foy comemoram vitórias por The Crown. | Foto: Reprodução

Melhor Ator em Série Limitada ou Filme para TV

Bryan Cranston, por All The Way

Melhor Atriz em Série Limitada ou Filme para TV

Sarah Paulson, por The People vs. O.J. Simpson

Melhor Ator Coadjuvante

Mahershala Ali, por Moonlight

Viola Davis confirmou favoritismo e tem tudo para levar o Oscar. | Foto: Reprodução

Melhor Atriz Coadjuvante

Viola Davis, por Um Limite Entre Nós

Melhor Elenco em Série (Comédia)

Orange Is The New Black

Melhor Atriz em Série (Comédia)

Julia Louis-Dreyfus, por Veep

Melhor Ator em Série (Comédia)

William H. Macy, por Shameless

 

Vinícius Silva
Sou formado em Jornalismo e mestre em Gerenciamento de Negócios Internacionais. O vício em Filmes, Séries e nas Artes em geral me levaram à escrita.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *