Emmys 2017: serviço de streaming ganha força depois do Creative Arts

A cerimônia do Emmy Awards, o Oscar da televisão americana, acontece no domingo (17). Mas no último final de semana já foi dado o pontapé inicial da premiação com a entrega dos prêmios nas categorias de Creative Arts (veja a lista completa aqui). A cerimônia foi dividida entre sábado e domingo. No primeiro dia, a grande vencedora da noite foi a cineasta Ava DuVernay com o documentário 13ª Emenda; no segundo, o programa Saturday Night Live ganhou os holofotes, além da surpreendente vitória da atriz Alexis Bledel (The Handmaid’s Tale) na categoria de Melhor Atriz Convidada.

Mas tem algo que chamou mais atenção do que essas vitórias no último final de semana: a força que o streaming ganhou, mais precisamente a Netflix. A queridinha do público (e da crítica também?) Stranger Things conquistou cinco vitórias para o serviço e isso pode ser um sinal de como os votantes da Academia de TV votaram nesse ano – influenciados ou não pelas variadas campanhas de marketing que tomaram conta da premiação (leia aqui).

Ano após ano, desde House of Cards, a Netflix cresceu exponencialmente e agora pode “ameaçar” de verdade a liderança das gigantes HBO e AMC. Em 2017 foram 93 indicações (assista o vídeo abaixo com curiosidades do Emmy desse ano) para os seus programas originais. Assim, após o último final de semana, Stranger Things e Netflix largaram na frente da concorrência ao conquistar vitórias em categorias importantes como Melhor Elenco em Série Drama (Stranger Things), Melhor Edição para Série de Comédia (Master of None) e Melhor Figurino para Série (The Crown).

No total, Stranger Things ganhou cinco (importantes) prêmios que foram vencidos no ano passado por Game of Thrones (dessa vez não está elegível). Um exemplo disso é nas categorias Melhor Trilha Original e Melhor Edição, vencidos por Game of Thrones em 2016 e que lhe renderam posteriormente o prêmio de Melhor Série Drama (historicamente, a série que vence Melhor Elenco e Melhor Edição tende a ganhar como Melhor Série). Stranger Things ganhou os mesmos prêmios e, querendo ou não, leva um certo favoritismo para domingo.

Assista o vídeo:

HBO ainda no páreo

Tudo está a favor de Stranger Things, mas a HBO continua firme e forte para domingo. A emissora a cabo americana ganhou 19 categorias no Creative Arts, sendo cinco delas para Westworld. A série de Jonathan Nolan e Lisa Joy é a que está mais competindo com Stranger Things, apesar de serem duas histórias de ficção científica contadas para públicos bem distintos: Stranger Things é mais leve e celebra os anos 80, ao passo que Westworld é mais complexa e requer maior atenção do público.

LEIA TAMBÉM: Emmys 2017: novas emissoras e plataformas acirram competição da premiação

Em relação às outras produções da HBO nas categorias de Série Limitada, Minissérie e Comédia, The Night Of, Big Little Lies e Veep, respectivamente, são as favoritas para a cerimônia de domingo – o que não deixa de ser uma decepção para a série do canal FX Feud: Bette and Joan, por exemplo, uma das grandes séries desse ano.

Veep, que teve anunciada recentemente que a próxima temporada será a última, tem o seu favoritismo particular dos últimos anos mantido porque a série levou o prêmio de Melhor Elenco de Comédia no Creative Arts pelo terceiro ano consecutivo. Os concorrentes que ainda podem tirar o prêmio de Veep (apesar de improvável a essa altura) são Atlanta (saiu da noite sem prêmio) e Master of None (ganhou em Edição).

Clique na imagem para ser redirecionado para o canal especial Emmy Awards 2017

Caso se confirme o prêmio para Stranger Things, seria uma vitória e tanto para a Netflix e para o streaming como um todo ganhar ainda mais força. No próximo post irei analisar a corrida pelo prêmio de Melhor Série Drama.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *