Cinema

Expectativas para o Critic’s Choice Awards (Cinema)

É chover no molhado dizer que o Critic’s Choice Awards, associação formada por 300 críticos de cinema e 100 de televisão, é um termômetro importante para as premiações que começam a acontecer aos montes logo no início de 2017. Mas é verdade. No ano passado (veja como foi), por exemplo, o prêmio consagrou Spotlight – Segredos Revelados e o filme também foi o mais premiado no Oscar – juntamente com Mad Max: Estrada da Fúria e O Regresso.

Na premiação marcada para acontecer neste domingo (11), com transmissão aqui no Brasil pelo canal TNT, as atenções estarão divididas entre as produções Moonlight (dez nomeações), A Chegada (também indicada em dez categorias) e La La Land – Cantando Estações (doze indicações). Há alguns outros filmes que podem surpreender e outros que não podemos descartar como favoritos em outras categorias. É isso que esse artigo vai discutir nos próximos tópicos.

Nesta primeira parte do especial do Critic’s Choice Awards comentamos o que podemos esperar da premiação nas categorias de Cinema (a segunda parte discutirá as categorias de Televisão e será publicada em breve).

Confira abaixo:

1. Favoritos

Como foi dito anteriormente, os filmes favoritos são Moonlight e La La Land – Cantando Estações, com A Chegada correndo por fora mas podendo surpreender. Na categoria principal, de Melhor Filme, as chances estão divididas entre o filme dirigido por Barry Jenkins e o de Damien Chazelle, respectivamente. O que vem acontecendo em algumas premiações é justamente essa divisão dos prêmios, ou seja, La La Land – Cantando Estações tem vencido como Melhor Filme e o diretor de Moonlight ganhando na categoria de Melhor Direção. É algo que deve ser levado em conta. Isso porque La La Land – Cantando Estações estreou nessa semana nos EUA e o hype está realmente muito grande em cima do musical. Isso, claro, poderá causar um grande efeito na possível vitória do filme na principal categoria da noite.

Outro que está à frente dos seus rivais é o ator Casey Affleck, por sua atuação no filme Manchester à Beira-Mar. Sua vitória no Critic’s Choice é praticamente certa, algo que deve continuar se repetindo até o Oscar porque até o momento nenhum outro ator apareceu com uma atuação tão forte quanto a sua no filme de Kenneth Lonergan (roteirista de Margaret, Máfia no Divã e Conta Comigo), que dirige e escreve e é também o favorito a vencer como Melhor Roteiro Original (além do ator Lucas Hedges, que também é o favorito a vencer como Melhor Revelação).

024_j_01383-stephanie-branchu
Natalie Portman é uma das favoritas pela sua atuação no filme Jackie. | Foto: Divulgação/Fox Searchlight

2. Disputas Acirradas

Se já temos alguns favoritos (ou preferidos, digamos assim), há também algumas disputas bem acirradas pelo prêmio. Na categoria de Melhor Atriz Amy Adams (A Chegada) e Natalie Portman (Jackie) disputam o prêmio. As duas vêm sendo muito elogiadas. Amy Adams venceu o National Board of Review (NBR), que a escolheu como Melhor Atriz. enquanto Natalie Portman vem colecionando críticas positivas que também a colocam em disputa pelo prêmio. As duas, claro, já podem ser consideradas como as principais atrizes que estarão presentes no Oscar.

Uma terceira atriz que poderia entrar nessa briga é Viola Davis (Fences), que no Critic’s Choice Awards concorre como Melhor Atriz Coadjuvante e não como Melhor Atriz, como era de se esperar. Nessa categoria a disputa fica entre ela e Naomie Harris (Moonlight), escolhida pela NBR como a Melhor Atriz Coadjuvante do ano. Além das duas, Michelle Williams (Manchester à Beira-Mar) também concorre nesta categoria e, assim como Natalie Portman, tem sido muito elogiada por sua atuação neste filme. Vai ser uma disputa muito boa.

manchester
Manchester à Beira-Mar é um dos filmes do ano. | Foto: Divulgação/Amazon Studios

3. Surpresas sempre acontecem

E isso é verdade. Em qualquer premiação, o que não falta é surpresa para nos deixar de boca aberta ou simplesmente melar todas as apostas que fizemos em nossos bolões por essa Internet afora. Por aqui ficaríamos muito surpresos se nem Moonlight ou La La Land – Cantando Estações vencessem na categoria principal, entregando o prêmio para o longa Manchester à Beira-Mar – que pode ser considerado como a produção indie do ano com mais chances de conseguir surpreender frente aos filmes de grandes estúdios como Paramount, Lionsgate, Universal e Sony.

Outra surpresa grande seria se o prêmio de Melhor Atriz ficasse com Isabelle Huppert, que foi indicada por Elle (leia a resenha) mas na verdade está sendo mais cotada ao Oscar (ao menos para ser indicada) por sua atuação em O Que Está Por Vir (ainda inédito aqui no Brasil). Em Melhor Direção é bom prestar atenção em Denis Villeneuve, responsável por A Chegada, e que corre por fora frente aos favoritos Damien Chazelle e Barry Jenkins (mas pode surpreender, apesar de não acreditarmos muito nessa hipótese).

Ainda não comentamos, mas a categoria de Melhor Trilha Sonora vai ser bem acirrada neste ano também. São muitas trilhas boas, como a de Mica Levi (Jackie, ouça aqui), Jóhann Jóhannsson (A Chegada) e Justin Hurwitz (La La Land – Cantando Estações). A disputa está entre esses três filmes, apesar de Nicholas Britell (Moonlight) ser considerado uma espécie de azarão e até poder desbancar os favoritos. É difícil porque os outros três concorrentes citados têm sido a cada nova premiação apontados como os principais do ano.

moonlight
Moonlight vem ganhando cada vez mais força e tornando-se um dos favoritos aos principais prêmios. | Foto: Divulgação/A24 Production

4. O que esperar, então?

Vai ser uma premiação tão boa quanto a do ano passado. Os filmes desse ano têm tido boas temáticas, de diversos gêneros e todos estão nos deixando cada vez mais ansiosos e entusiasmados em assistirmos. O que possivelmente iremos ver mais uma vez é o prêmio se dividindo entre todos os filmes indicados ao invés de se concentrar em apenas uma produção que sai arrastando todas as vitórias. Não, isso não deve acontecer.

Então, fica o convite: domingo (11), com transmissão do canal TNT a partir das 23h (horário de Brasília). Nos acompanhe nas redes sociais (Twitter e Instagram) para acompanhar nossa cobertura em tempo real e os comentários sobre o que acontece na premiação. Em breve vamos publicar as expectativas nas categorias televisivas. Fiquem ligados!

[Crédito da Imagem: Divulgação/Black Label Media]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *