A cerimônia do 58º Grammy aconteceu no Staples Center, Los Angeles, na segunda-feira (15) e consagrou os artistas Taylor Swift, Kendrick Lamar e o grupo Alabama Shakes. Mas a vitória desses e de outros artistas foi apagada por uma noite de homenagens a ícones que faleceram no último ano, mesmo enxergando um espaço para uma nova geração de artistas.

Homenagens póstumas, especialmente, as de David Bowie, Glenn Frey e Lemmy Kilmister pontuaram a apresentação. Por outro lado, também no palco passaram novos artistas como James Bay, Sam Hunt, Meghan Trainor e Joey Alexander. O apresentar Cool J foi mais uma vez uma decepção a parte, enquanto que Stevie Wonder roubou a cena prestando uma homenagen à capela a Maurice White, do Earth Wind e Fire, ao cantar “That’s the Way of the World” – e ainda fez uma piada sobre ler o nome do vencedor na categoria de Melhor Canção do Ano em braile. Boa, Steve!

Pela sensação da plateia, a grande apresentação da noite foi do rapper Kendrick Lamar. Indicado a 11 categorias (uma a menos que Michael Jackson), ele montou uma cela no palco para tocar “The Blacker the Berry” e emendou “Alright”, música que foi entoada por manifestantes do movimento Black Lives Matter.

Um dos shows mais aguardados da noite foi o de Lady Gaga, que fez uma homenagem à David Bowie. No palco, muita energia com a cantora tentando passar pelas principais músicas das fases de Bowie. A cantora roubou a cena em relação às performances da noite, porque foi uma apresentação que, além de criativa, também foi explosiva.

Todo o espetáculo não agradou muito o filho mais velho do músico, o cineasta Duncan Jones, que criticou Lady Gaga. “Empolgada além da conta ou irracional; resultado típico de afetação ou entusiasmo excessivo; mentalmente confusa”, disse ele.

Assista:

Bom, entre apresentações boas e outras ruins, críticas daqui e dali, nunca é muito confiável ter altas expectativas para o Grammy. Então, segue abaixo os vencedores:

Gravação do Ano

“Really Love” – D’Angelo And The Vanguard
“Uptown Funk” – Mark Ronson Featuring Bruno Mars
“Thinking Out Loud” – Ed Sheeran
“Blank Space” – Taylor Swift
“Can’t Feel My Face” – The Weeknd

Álbum do Ano

Sound & Color – Alabama Shakes
To Pimp A Butterfly – Kendrick Lamar
Traveller – Chris Stapleton
1989 – Taylor Swift
Beauty Behind The Madness – The Weeknd

Melhor Álbum de Teatro Musical

Hamilton
An American In Paris
Fun Home
The King And I
Something Rotten!

Música do Ano

“Alright” – Kendrick Lamar
“Blank Space” – Taylor Swift
“Girl Crush” – Little Big Town
“See You Again” – Wiz Khalifa e Charlie Puth
“Thinking Out Loud” – Ed Sheeran

Melhor Álbum de Country

Montevallo – Sam Hunt
Pain Killer – Little Big Town
The Blade – Ashley Monroe
Pageant Material – Kacey Musgraves
Traveller – Chris Stapleton

Artista Revelação

Courtney Barnett
James Bay
Sam Hunt
Tori Kelly
Meghan Trainor

Melhor Álbum de Rap

2014 Forest Hills Drive – J. Cole
Compton – Dr. Dre
If Youre Reading This Its Too Late – Drake
To Pimp A Butterfly – Kendrick Lamar
The Pinkprint – Nicki Minaj

Melhor Videoclipe

“LSD” – ASAP Rocky
“I Feel Love (Every Million Miles)” – The Dead Weather
“Alright” – Kendrick Lamar
“Bad Blood” – Taylor Swift Featuring Kendrick Lamar
“Freedom” – Pharrell Williams

Melhor Álbum de Jazz Latino

Made in Brazil – Eliane Elias
Impromptu – The Rodriguez Brothers
Suite Caminos – Gonzalo Rubalcaba
Intercambio – Wayne Wallace Latin Jazz Quintet
Identities Are Changeable – Miguel Zenón

Melhor Álbum de World Music

Gilberto Samba ao Vivo – Gilberto Gil
Sings – Angelique Kidjo
Music From Inala – Ladysmith Black Mambazo com Ella Spira & The Inala Ensemble
Home – Anoushka Shankar
I Have No Everything Here – Zomba Prison Project

Melhor Álbum Alternativo

Sound & Color – Alabama Shakes
Vulnicura – Björk
The Waterfall – My Morning Jacket
Currents – Tame Impala
Star Wars – Wilco

Melhor Performance de Rap

“Apparently” – J. Cole
“Back To Back” – Drake
“Trap Queen” – Fetty Wap
“Alright” – Kendrick Lamar
“Truffle Butter” – Nicki Minaj Featuring Drake & Lil Wayne
“All Day” – Kanye West Featuring Theophilus London, Allan Kingdom & Paul McCartney

Melhor Álbum de Reggae

Branches Of The Same Tree – Rocky Dawuni
The Cure – Jah Cure
Acousticalevy – Barrington Levy
Zion Awake – Luciano
Strictly Roots – Morgan Heritage

Melhor Música de Rock

“Don’t Wanna Fight” – Alabama Shakes
“Ex’s & Oh’s” – Elle King
“Hold Back The River” – James Bay
“Lydia” – Highly Suspect
“What Kind Of Man” – Florence + The Machine

Melhor Performance de Rock

“Don’t Wanna Fight” – Alabama Shakes
“What Kind Of Man” – Florence & The Machine
“Something From Nothing” – Foo Fighters
“Ex’s & Oh’s” – Elle King
“Moaning Lisa Smile” – Wolf Alice

Melhor Álbum de Rock

Chaos And The Calm – James Bay
Kintsugi – Death Cab For Cutie
Mister Asylum – Highly Suspect
Drones – Muse
.5: The Gray Chapter – Slipknot

Melhor Álbum Urbano Contemporâneo

Ego Death – The Internet
You Should Be Here – Kehlani
Blood – Lianne La Havas
Wildheart – Miguel
Beauty Behind The Madness – The Weeknd

Melhor Álbum Vocal Pop

Piece By Piece – Kelly Clarkson
How Big, How Blue, How Beautiful – Florence + The Machine
Uptown Special – Mark Ronson
1989 – Taylor Swift
Before This World – James Taylor

Melhor Álbum de Pop Vocal Tradicional

The Silver Lining: The Songs Of Jerome Kern – Tony Bennett & Bill Charlap
Shadows In The Night – Bob Dylan
Stages – Josh Groban
No One Ever Tells You – Seth MacFarlane
My Dream Duets – Barry Manilow (& Various Artists)

Melhor Dupla Pop/Performance em Grupo

“Ship To Wreck” – Florence + The Machine
“Sugar” – Maroon 5
“Uptown Funk” – Mark Ronson Featuring Bruno Mars
“Bad Blood” – Taylor Swift e Kendrick Lamar
“See You Again” – Wiz Khalifa e Charlie Puth

Melhor Apresentação Solo Pop

“Heartbeat Song” – Kelly Clarkson
“Love Me Like You Do” – Ellie Goulding
“Thinking Out Loud” – Ed Sheeran
“Blank Space” – Taylor Swift
“Can’t Feel My Face” – The Weeknd

Crédito da Imagem: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *