Séries

Mr. Robot ganha livro para expandir universo da série e aprofundar na mente de Elliot

Mr. Robot se tornou uma das séries mais fascinantes do último ano justamente pelo modo não-convencional de contar a história de Elliot Alderson (Rami Malek, vencedor do Emmy de Melhor Ator em Drama), um hacker que resolve ir contra o sistema e o domínio de uma grande corporação (ECorp, inspirada na Enron) mas que nunca conseguimos saber exatamente se o que está acontecendo em sua vida é real ou apenas ilusão.

Para tentar resolver essas questões e entendermos melhor o que se passa na mente de Elliot, principalmente no período de transição entre a 1ª e 2ª temporada, os roteiristas Sam Esmail (também criador da série) e Courtney Looney estão expandindo o universo do programa ao lançar o livro “Mr. Robot: Red Wheelbarrow” (veja galeria de imagens ao final do artigo), em referência ao poema escrito por William Carlos Williams que Tyrell Wellick recita ao final da 2ª temporada, composto por ideias escritas à mão pelo próprio Elliot Alderson como parte do seu tratamento para retomar o controle.

Assista o trailer abaixo:

A ideia de Esmail e Looney é fazer com que o público se aprofunde naquilo que se passa dentro da cabeça do seu protagonista, nos levando a uma jornada de compreensão para entender os mistérios durante o tempo que ele se isolou após o hack. No painel de lançamento do livro na New York Comic Con desse ano, Esmail disse que o livro é um romance contado a partir do ponto de vista de Elliot.

“Quando pensamos em escrever esse livro tínhamos em mente que a história teria um início, meio e fim. Ele precisa ter todos os elementos que você gostaria de encontrar em qualquer livro que você pegasse. Isso não é para ser apenas algo promocional. Tinha que ser uma história autônoma, substantiva e que explorasse um lado diferente de Elliot”, disse Esmail.

+ Resenha: Mr Robot mantém trama desconexa e enigmática até o final da 2ª temporada
+ Especial Emmy Awards: a estreante Mr. Robot

O livro conta ainda com sete artefatos que podem ser removíveis como uma página rasgada, um recorte de jornal, um envelope misterioso e muitos outros esboços que são como uma chave para entrar na mente do personagem principal, além de conter também sugestões sobre o que está por vir na terceira temporada.

[ATENÇÃO: SPOILERS A PARTIR DAQUI]

mr-robot_panel
Sam Esmail e Courtney Looney durante apresentação do livro na Comic-Con de Nova York. | Foto: Divulgação/USA

Na toca do coelho

Sendo transparente com seus amigos (a própria audiência, diga-se de passagem), Elliot é verdadeiro no livro como dificilmente acontecesse na série, sendo o retrato de uma mente perturbada e obssessiva em busca da realidade perdida que oferece muitas respostas sobre o tempo que Elliot permaneceu preso.

O livro começa desse ponto porque é uma jornada de auto-conhecimento. Afinal de contas, Elliot quis ir para a prisão com o intuito de aprender a controlar sua dupla-personalidade. Seus relatos diários sobre sua vida preso é sobre uma busca por sanidade, enquanto o próprio Mr. Robot anota comentários nas margens e até por cima do que ele escreve – literalmente, é isso mesmo que se vê nas páginas.

Há ainda a revelação de alguns mistérios envolvendo Leon, a importância desse personagem para a história e a sua desconhecida relação com o grupo hacker Dark Army. O que nos leva imediatamente para o episódio que se passa em uma sitcom dos anos 90 – que Elliot na verdade assiste em DVD, o qual entrega mais respostas sobre como aquelas referências presentes ali na história podem ter relação com o que vemos acontecendo.

O senso de continuidade de Sam Esmail e da sua equipe de roteiristas é de se elogiar porque tudo isso é essencial para nos deixar fascinados pela história. A densidade da sua narrativa e o fato de não confiarmos no próprio narrador da trama (por razões óbvias) só vai aguçando a curiosidade de quem assiste, expandindo a narrativa através de cenas filmadas em realidade virtual, de URLs escritas à mão por seu personagem que de fato levam a sites funcionais e verdadeiros e também por meio dos códigos e a funcionalidade deles.

Na galeria abaixo há algumas páginas de “Mr. Robot: Red Wheelbarrow” (saiba onde adquirir clicando aqui):

[Crédito da Imagem: Divulgação/USA]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *