Personalidades se manifestam contra a vitória de Donald Trump

Era tarde da noite quando o que parecia o improvável se tornou cada vez mais próximo de acontecer: a vitória do republicano Donald Trump nas Eleições americanas derrotando a candidata Democrata (e favorita) Hillary Clinton. Não demorou muito para que pessoas importantes da indústria do entretenimento que tanto amamos se manifestassem contra o que estavam vendo, em uma mistura de choque e horror pelo futuro do mundo e da sociedade.

Uma das primeiras a se manifestar com a escritora J.K Rowling, autora da franquia Harry Potter e roteirista dos filmes de Animais Fantásticos e Onde Habitam que estreiam nos cinemas no dia 17 de novembro. Ao participar de um evento em Nova York onde estava sendo homenageada, J.K Rowling não poupou críticas ao candidato republicano e conclamou todos a permanecerem juntos e não deixar o discurso de ódio se normalizar. Ela também já havia dito que Trump “não chega nem perto de ser tão ruim quanto Voldemort” em mensagens no Twitter, ainda no ano passado.

As controvérsias da campanha de Donald Trump nesses últimos anos, seus comentários sobre os imigrantes, seu discurso misógino e de ataque às mulheres que vieram à publico ao relatarem que sofreram agressões sexuais por parte do agora presidente (alegações que ele negou durante a campanha), sua vitória deixou em prantos uma adolescente de quinze anos.

aaron-sorkin-roxy
Aaron Sorkin escreveu carta para a sua filha Roxy. | Foto: Reprodução

Roxy Sorkin é filha do roteirista Aaron Sorkin (vencedor do Oscar por A Rede Social e criador das séries The West Wing e The Newsroom) e não conseguiu segurar o choro ao saber que nada poderia ser mais feito. Seu pai imediatamente procurou confortá-la e fez isso da forma mais sincera possível ao escrever uma carta, endereçada a ela e à sua esposa Julia Sorkin.

No artigo “Sorkin Girls”, publicado na Vanity Fair (leia aqui), ele consola as duas e diz que a batalha está apenas começando. “O mundo mudou tarde na noite passada de uma forma que eu não poderia nos proteger. É um sentimento terrível para um pai. […] A batalha não acabou. Vovô lutou na II Guerra Mundial e quando ele chegou em casa este país lhe deu a oportunidade de fazer uma grande vida para sua família. Não vou entregar à sua neta um país formado por homens odiosos e estúpidos. Suas lágrimas ontem à noite me acordaram”, escreveu.

martin
Autor de Game of Thrones se manifestou sem seu blog contra o presidente eleito. | Foto: Reprodução

Quem também publicou um texto lamentando a vitória de Donald Trump foi o escritor George R.R Martin, autor de Game of Thrones. No seu blog, ele disse que “não existem palavras para descrever como estou me sentindo esta manhã. A América falou. Realmente achei que éramos melhores que isso. Parece que não. Em janeiro, Trump será o pior presidente da história americana e uma perigosa e instável figura no cenário mundial. O inverno está chegando. Eu avisei”, escreveu Martin.

Em um dos momentos mais críticos da noite de apuração das Eleições americanas, enquanto a CNN tentava manter-se otimista sobre as chances de Hillary Clinton, o apresentador do The Late Show, Stephen Colbert, não conseguiu segurar por muito tempo sua insatisfação. O que deveria ser um programa descontraído pela primeira vez apresentado no canal Showtime, ligado à rede CBS onde o Late Show é transmitido, se transformou num piscar de olhos em um programa nervoso, agonizante e surreal.

Assista o monólogo no final do programa:

Quem estava apostando todas as fichas na vitória de Hillary Clinton foram os roteiristas de South Park, que nas últimas duas temporadas (19ª e 20ª) cobriram a corrida presidencial ironizando tanto Clinton quanto Trump. No episódio “The very first gentleman” (“O primeiro marido” em referência ao uso do termo “primeira dama”) eles davam como certa a vitória de Hillary. Como Trump venceu, eles tiveram que reescrever o episódio, já disponibilizado no site oficial de South Park (veja aqui).

[Crédito da Imagem: Reprodução]

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *