Cinema

Resenha: 'Lion' trata de perda e esperança com boas atuações de Patel e Kidman

Uma das coisas que eu mais temia quando tinha dez anos (ou até menos) era me perder da minha mãe quando precisava sair com ela para algum lugar bem movimentado – o centro da cidade, por exemplo. Esse medo sempre me afligiu bastante e por muito tempo, mudando em seguida para aquela aflição de não ter que perder meus pais enquanto eu ainda era uma criança.

Inspirado em fatos reais, Lion: Uma Jornada para Casa retrata uma trajetória que tem tudo a ver com essa aflição que eu sentia quando criança. Aos cinco anos, Saroo (Sunny Pawar/Dev Patel) se perde do seu irmão mais velho e viaja em um trem milhares de quilômetros por uma Índia que ele não conhece. Sem saber como voltar pra casa, ele passa por situações ruins até ser jogado no sistema que encontra uma família adotiva australiana.

Quando Saroo (Dev Patel) vai para a faculdade e se apaixona por Lucy (Rooney Mara), ele decide começar a procurar a sua mãe. Mas sem saber o nome da cidade onde morava ele reconstrói seus passos usando o Google Earth, uma tecnologia lançada naquele recente ano de 2007 e que lhe ajuda a conhecer suas raízes e a procurar sua família.

O casal Sue (Nicole Kidman) e John (David Wenham) oferece um lar estável e sem hostilidades para Saroo crescer e poder ter oportunidades. É claro que apenas isso não é suficiente porque Saroo quer reencontrar a sua casa. Bem-sucedidos com Saroo, o casal ainda adota uma outra criança indiana, Mantosh, que se transforma em um problema. E chama atenção a dedicação e carinho que tanto John quanto Sue tentam dar aos dois, mesmo não sendo os pais verdadeiros – mas mostrando como se fosse.

Foto: Reprodução

Lion: Uma Jornada para Casa indica que o problema de crianças que desaparecem na Índia é crescente. E basta ver o tanto delas que dormem em papelões dentro das estações de trem para compreender que é uma verdade. O diretor Garth Davis e o diretor de fotografia Greg Fraser (óbvio, mas acertadamente) mantêm a câmera na primeira metade do filme no nível de Saroo para enxergarmos o quanto hostil e violento é aquele lugar – a sequência clássica é Saroo tentando sair do trem enquanto uma avalanche de pessoas entram para assegurarem seus lugares.

No entanto, o que mais me incomoda no filme é o quanto que o roteiro escrito por Luke Davies desperdiça a boa história que tem nas mãos, principalmente quando salta da infância para a fase mais adulta de Saroo porque é aí que Lion: Uma Jornada para Casa oferece pouco conteúdo que nos faça conhecer melhor esse personagem.

Por outro lado, as atuações de Dev Patel e Nicole Kidman funcionam muito bem no filme: ele mais livre daqueles maneirismos que usa para caracterizarem a estranheza dos personagens que interpreta, enquanto que ela entrega finalmente uma performance que capta suas expressões. É uma pena, contudo, que o filme não consiga criar qualquer tensão. Talvez por já sabermos do final feliz que o filme reserva ou por não querer se aprofundar muito nisso.

Assista o trailer:

Lion: Uma Jornada para Casa (Lion, 2016)
Direção: Garth Davis
Roteiro: Luke Davies (baseado no livro “A Long Way Home”, de Saroo Brierley
Elenco: Sunny Pawar, Dev Patel, Rooney Mara, Nicole Kidman e David Wenham
Duração: 120 minutos

[Crédito da Imagem de Capa: Reprodução]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *