Ao longo de duas semanas de muita neve em Park City (como de costume) e de manifestações (8 mil mulheres participaram do Women’s March e o festival por um dia ficou meio esquecido), chega ao fim mais uma edição do principal evento do cinema independente. Como falamos aqui, alguns filmes se destacaram e é possível que em pouco tempo essas produções estejam disponíveis.

Não foi um festival de grandes negócios como no ano anterior. Mas Sundance teve um tom político apesar do seu diretor e criador, Roert Redford, ter dito que o festival tentaria se afastar do que acontecia na política. Mas foi inevitável porque na cerimônia de premiação que aconteceu poucas horas após o anúncio do presidente Donald Trump divulgar uma lista de países banidos, cineastas que vieram com seus filmes justamente dessas regiões aproveitaram para criticar a decisão – além do próprio festival. O diretor-executivo do Sundance Institute, Keri Putnam, em seu discurso na cerimônia também aproveitou para criticar Trump.

Deixando um pouco a política de lado, com o fim do festival de Sundance é hora de conhecer os filmes vencedores (assista ao final desse artigo a cerimônia de encerramento do festival na íntegra). Confira a lista completa abaixo:

Winner of the U. S. Grand Jury Prize: Dramatic – “I Don’t Feel At Home In This World Anymore”

The U.S. Grand Jury Prize: Documentary: – “Dina”

The World Cinema Grand Jury Prize: Documentary – “Last Men in Aleppo”

The World Cinema Grand Jury Prize: Dramatic – “The Nile Hilton Incident”

The Audience Award: U.S. Documentary – Chasing Coral

The Audience Award: U.S. Dramatic – “Crown Heights”

The Audience Award: World Cinema Documentary – Joe Piscatella, “Joshua: Teenager vs. Superpower”

The Audience Award: World Cinema Dramatic – Ernesto Contreras, “SUEÑO EN OTRO IDIOMA (I Dream in Another Language)”

The Audience Award: NEXT – “Gook”

The Directing Award: U.S. Documentary – Peter Nix, por “The Force”

The Directing Award: U.S. Dramatic – Eliza Hittman, por “Beach Rats”

The Directing Award: World Cinema Documentary – Pascale Lamache, por “Winnie”

The Directing Award: World Cinema Dramatic – Francis Lee, por “God’s Own Country”

The Waldo Salt Screenwriting Award: U.S. Dramatic – “Ingrid Goes West”

U.S. Documentary Special Jury Award for Inspirational Filmmaking – “Step”

U.S. Documentary Special Jury Award for Editing – “Unrest”

The U.S. Documentary Special Jury Award for Storytelling – “Strong Island”

The U.S. Documentary Special Jury Award – The Orwell Award: “Icarus”

U.S. Dramatic Special Jury Award for Best Cinematography – “Yellowbirds”

A U.S. Dramatic Special Jury Award for Breakthrough Performance – Chante Adams, por “Roxanne Roxanne”

A U.S. Dramatic Special Jury Award for Breakthrough Director – Maggie Betts, por “Novitiate”

A World Cinema Documentary Special Jury Award for Commanding Vision – “Motherland”

A World Cinema Documentary Special Jury Award For Masterful Storytelling – “Rumble: The Indians Who Rocked The World”

A World Cinema Documentary Special Jury Award for Cinematography – “Machines”

A World Cinema Dramatic Special Jury Award for Screenwriting – Kristen Tan, por “Pop Aye”

A World Cinema Dramatic Special Jury Award for Cinematic Vision – Jun Gen, por “Free and Easy”

A World Cinema Drama Special Jury Award for Cinematography – Manu Dacosse, por “Axolotl Overkill

Assista abaixo a íntegra da premiação:

[Crédito Imagem de Capa: Divulgação/Sundance Institute]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *