Em tom nostálgico, Woody Allen recria anos 20 em 'Café Society'

Café Society, novo filme escrito e dirigido por Woody Allen, estreou nos cinemas brasileiros nesta semana. É uma viagem direta aos anos 20, retratando a indústria de celebridades de Hollywood. E não é a primeira vez que Woody Allen se envereda por esse tema. Em Zelig (1983), por exemplo, o diretor fez o mesmo retrato ao descrever as principais teses do século XX sobre a psicologia de massas em um “pseudo-documentário” que aborda o rápido crescimento da sociedade de massas e o culto às celebridades dos “loucos anos 20”, sob o olhar de Leonard Zelig (interpretado pelo próprio Allen).

Meia-Noite em Paris (2011) tem esse traço saudosista de Woody Allen em relação aos anos 20 e 30 (o diretor nasceu em 1935), sendo mais uma carta de amor à Paris e toda a veia artística que consolidou a Cidade Luz como a capital da cultura até os dias atuais. Tiros na Broadway (1994), A Era do Rádio (1987) e Poucas e Boas (1999) são outros títulos que passeiam pela mesma década tendo focos diferentes mas sempre retratando-a como o grande momento da história – seja no campo psicológico ou cinematográfico, dois temas que estão presentes na filmografia do cineasta.

[SPOILERS A PARTIR DAQUI]

Continue readingEm tom nostálgico, Woody Allen recria anos 20 em 'Café Society'

Novo filme de Woody Allen irá abrir o Festival de Cannes de 2016

Além de Woody outros diretores de peso prometem levar seus filmes para o festival desse ano Mais uma vez o Festival de Cannes servirá como parada obrigatória para Woody Allen, como vem acontecendo basicamente desde 1979 quando o diretor lançou Manhattan. Em 2016 não será diferente. O seu mais novo trabalho, intitulado Café Society e …