‘Trama Fantasma’ tem história imprevisível e cheia de estilo

O mesmo mistério que permeou o lançamento de Trama Fantasma até praticamente a sua estreia também é o que norteia a narrativa do novo filme de Paul Thomas Anderson, o oitavo da sua carreira e o primeiro ambientado inteiramente na Inglaterra. Escrito pelo próprio diretor, o filme é imprevisível ao construir com esmero afinco as personalidades dos seus personagens. Trama Fantasma acompanha Reynolds Woodcock (Daniel Day-Lewis, em provável última atuação) e sua obsessão e genialidade em desenhar vestidos que são usados pela alta classe britânica e a realeza europeia.

Mas logo nos primeiros quadros de Trama Fantasma, Paul Thomas Anderson faz questão de mostrar que o ambiente onde a narrativa se desenvolve, a Casa de Woodcock, é rodeado por estranhezas e manias que têm um único objetivo: respeitar o processo criativo de Reynolds. Quando ele é confrontado logo no café da manhã por uma de suas modelos, fica nítido o quanto Reynolds é um homem de difícil convivência, capaz de ser entendido (ou compreendido) apenas por sua irmã, Cyril (Lesley Manville). Ao tirar o final de semana de folga e partir para o campo, ele conhece a misteriosa Alma (Vicky Krieps), uma simples garçonete e por quem Reynolds imediatamente se interessa.

Continue reading‘Trama Fantasma’ tem história imprevisível e cheia de estilo

Oscar 2018: confira a lista completa de indicados

A Academia hoje divulgou os indicados ao Oscar 2018. Como esperado, o filme A Forma da Água domina em número de indicações (treze, no total!) e é o favorito para a noite de premiação. A cerimônia acontece no domingo, dia 4 de março, e será novamente apresentada por Jimmy Kimmel.

Confira a lista completa:

Continue readingOscar 2018: confira a lista completa de indicados

‘Spielberg’ homenageia carreira do diretor e é cauteloso quanto à sua vida pessoal

Entrar nos filmes de Steven Spielberg é como revisitar uma memória afetiva guardada em algum lugar do nosso cérebro que nos indica o que éramos e onde estávamos quando assistimos E.T: O Extraterrestre (1982) pela primeira vez, ou as incontáveis vezes que vimos Parque dos Dinossauros (1993) e até as tentativas de estabelecermos entre nossos amigos grupos de amizade como aqueles que tanto apareceram em seus longas-metragens.

No documentário Spielberg (2017), feito para a HBO pela cineasta Susan Lacy (Janis Joplin: Little Girl Blue), toda essa trajetória da carreira de mais de 40 anos do diretor é revisitada através do olhar do próprio Spielberg e de alguns dos seus mais antigos colaboradores como John Williams, amigos como Martin Scorsese e Brian de Palma, e atores que ajudaram o diretor a contar suas histórias como Daniel Day-Lewis, Tom Hanks e Sir Ben Kingsley.

Continue reading‘Spielberg’ homenageia carreira do diretor e é cauteloso quanto à sua vida pessoal

De membro de gangue a presidente: as melhores atuações de Daniel Day-Lewis

No meu mais antigo blog, o Sob a Minha Lente, lembro-me de ter escrito na resenha sobre Sangue Negro (2007) que Daniel Day-Lewis era o melhor e maior ator da sua geração. Disse aquilo com muito entusiasmo após um período o qual ele não atuava. Nessa semana sua porta-voz anunciou que Daniel Day-Lewis vai se aposentar. Aos 60 anos e com uma carreira premiadíssima, o ator para no auge prestes a estrelar o mais novo trabalho de Paul Thomas Anderson e já candidato forte às próximas premiações.

Descobri Daniel Day-Lewis por meio da minha mãe, viciada durante um tempo naquele filme O Último dos Moicanos. A fita VHS estava quase todo final de semana lá em casa. E foi por causa dessa obra que saí em busca das outras. O filme seguinte que eu assisti foi Em Nome do Pai, também com minha mãe. Não lembro quantos anos eu tinha. Possivelmente, ainda muito novo porque essas são memórias de um tempo que morei no interior da Bahia. Na capital, em Salvador, e já obcecado pela arte dos filmes, corri atrás para assistir o máximo que eu conseguiria encontrar da sua obra. Com a Internet isso ficou muito mais fácil depois. Hoje, então, presto essa homenagem às suas atuações.

Continue readingDe membro de gangue a presidente: as melhores atuações de Daniel Day-Lewis