Inesquecíveis 002 – Amor, Sublime Amor (1961)

Recontada em diversos formatos, a história de amor de Romeu e Julieta é uma das mais conhecidas, e também trágicas, contadas por William Shakespeare. Inúmeras produções ao longo do tempo se basearam nela para falar de amor, da paixão arrebatadora, da dedicação e das loucuras que fazemos pelo amor – incluindo se matar por não suportar ver alguém que tanto ama partir de repente.

O musical Amor, Sublime Amor (West Side Story, 1961) recria a história de Shakespeare contada pela perspectiva do bairro Upper West Side, em Nova York, e pela disputa de dois grupos rivais que habitam aquele lugar. Primeiramente encenada na Broadway em 1957, Amor, Sublime Amor não fez qualquer sucesso (seja de público ou de crítica). No entanto, quando foi adaptado para o cinema em 1961, toda a receptividade apática da Broadway se transformou em uma enorme empolgação, deslumbrando a todos justamente pela fidelidade que a produção cinematográfica tinha com o teatro.

Continue readingInesquecíveis 002 – Amor, Sublime Amor (1961)

Inesquecíveis 001 – Casablanca (1942)

A partir de hoje o blog Goodfellas estreia a coluna Inesquecíveis, onde publicarei textos quinzenalmente sobre filmes clássicos que assisto Alguns eu estarei assistindo pela primeira vez. Outros trata-se de uma revisita. É o caso de Casablanca (1942), filme dirigido por Michael Curtiz, roteirizado por Julius e Philip Epstein e também Howard Koch. A primeira coisa que se percebe é que Casablanca continua sendo um filme atual mesmo lançado há mais de 70 anos.

Alguns dirão que é por contar uma linda história de amor. Sim, a trajetória de Rick Blaine (Humphrey Bogart) e Ilsa Lund (Ingrid Bergman) é emocionante em todos os aspectos. Quantos romances levados para a tela grande não se basearam no que ambos viveram? Um amor arrebatador enquanto moravam em Paris no auge da Segunda Guerra Mundial vivenciando a iminente invasão germânica na cidade luz.

Continue readingInesquecíveis 001 – Casablanca (1942)