‘The Deuce’ retorna para 2ª temporada com mais espaço às histórias femininas

The Deuce retornou esta semana para a 2ª temporada na HBO. A série criada por George Pelecanos e David Simon (responsáveis por The Wire) volta para dar continuidade à história de um grupo de pessoas tentando sobreviver em Nova York no fim dos anos 70, isto é, no auge do caos, do abandono e da desordem social. Ao pular cinco anos entre o fim da 1ª temporada e o início deste novo ano, The Deuce questiona a liberdade extrema e sem limites da cidade.

Esse se torna o ponto de partida no episódio “Our Raison D’Etre”, quando o corpo de um turista é encontrado no meio da Times Square. A polícia acredita que tenha algo a ver com uma manifestação da ‘Beatlemania’ que estava acontecendo na cidade. O policial e recém-promovido a detetive, Chris Alston (Lawrence Gilliard Jr.), porém, tem uma outra teoria para justificar a sua morte, porque ele sabe o quão atrativa a noite na cidade pode ser. E não por acaso, em uma cena adiante ele aparece buscando a sua namorada no Hospital que ela dá plantão de madrugada.

Continue reading‘The Deuce’ retorna para 2ª temporada com mais espaço às histórias femininas

‘The Wire’ quase decepciona na última temporada, mas continua sendo uma obra-prima

Finalmente terminei The Wire. Foram cinco temporadas e sessenta episódios de mais de uma hora de duração vistos. Não foi fácil. Precisei de intervalos grandes entre uma temporada e outra por causa da densidade da narrativa da série da HBO criada por David Simon. Foi a estratégia que usei para recuperar o fôlego, desembrulhar o estômago e começar de novo sabendo que os problemas vivenciados pela sociedade seriam mais uma vez colocados à prova. No centro de temas envolvendo Drogas, Docas, Política, Educação e Mídia, assuntos marcantes da primeira à quinta temporada, uma cidade: Baltimore.

A sequência que encerra The Wire é um compilado de cenas cotidianas da população de Baltimore vivendo suas vidas em diferentes regiões da cidade. E o olhar do detetive Jimmy McNulty (Dominic West), encarando o arranha-céus da cidade enquanto passa um filme em sua cabeça, corresponde a uma análise pessoal sobre tudo que ele viveu em Baltimore até finalmente dizer “vamos voltar pra casa”. Sim, porque não importam as desilusões experimentadas em meio às pressões exigidas pelo próprio trabalho (que o levaram a cometer atos inescrupulosos), aquela cidade será para sempre a sua casa – e a de tantos outros cidadãos comuns que aparecem nessas imagens.

Continue reading‘The Wire’ quase decepciona na última temporada, mas continua sendo uma obra-prima

Com assinatura de David Simon, drama ‘The Deuce’ vai estrear cercada de prestígio

Em um perfil publicado em 2010 no jornal New York Times (leia aqui), o artigo analisa em uma passagem que a série The Wire (leia os artigos sobre as temporadas 1, 2, 3 e 4, em breve da quinta) teve desde sempre “preocupação editorial” ao trazer uma polêmica para o centro da narrativa e debatê-la ao invés de dar as costas como os políticos costumam fazer. Para David Simon, isso significa discutir e refletir sobre a “América que foi deixada para trás”.

Não por acaso seus três grandes e aclamados projetos polemizam sobre a relação da polícia e a guerra às drogas em Baltimore (The Wire), o governo que deixou Nova Orleans à sua própria sorte durante e após o furação Katrina (Treme) e o complexo jogo político que resulta no agravamento da pobreza e de seus conflitos (Show Me a Hero). A sua nova série para a HBO, The Deuce, que estreia no dia 10 de setembro, trata agora da ascensão da indústria pornográfica nos anos 70 nos EUA, ao mesmo tempo do vício em cocaína e o HIV.

Continue readingCom assinatura de David Simon, drama ‘The Deuce’ vai estrear cercada de prestígio

‘The Wire’ apresenta visão trágica sobre realidade das escolas na 4ª temporada

Venho desde o ano passado escrevendo resenhas sobre as temporadas de The Wire (leia aqui sobre a primeira, segunda e terceira) e terminei há alguns dias de assistir a quarta temporada. Nesses meus artigos é fácil se deparar com frases do tipo “a melhor temporada da série”. E me parece que é uma constante falar assim, porque a quarta temporada é mais uma prova da relevância que The Wire tem, mesmo tendo sido exibida pela HBO há onze anos.

Trazendo a realidade das escolas e do ensino público de Baltimore para o centro da narrativa, The Wire se aproveita da própria complexidade de um sistema falido para acompanhar os dramas de adolescentes que não conseguem ver a escola como algo atrativo. Sendo, então, facilmente corrompidas e treinadas para desde cedo frequentarem as esquinas da cidade para venderem drogas, a realidade delas é comum a muitas outras que vivem em situação de risco, como nas favelas no Brasil ou qualquer outro conjunto habitacional de uma grande cidade que enfrenta problema desse nível.

Continue reading‘The Wire’ apresenta visão trágica sobre realidade das escolas na 4ª temporada

‘The Wire’ entrega seus episódios mais políticos na 3ª temporada

Nunca dá para terminar uma temporada de The Wire e dizer “nossa, essa foi a melhor que eu assisti”. Há sempre a próxima que, sem muitas dúvidas, será superior à assistida anteriormente porque a série continua evoluindo e aperfeiçoando as tramas e os assuntos que aborda. O terceiro ano de The Wire é assim após o interlúdio que foi a segunda temporada, sendo uma espécie de “tapa-buraco” antes de retomar tudo o que tinha sido construído quando a série começou a ser exibida.

Como em qualquer situação, o jogo evolui. É isso que vemos quando o tráfico de drogas é mais uma vez colocado em perspectiva. Se na 1ª temporada a polícia se acostumou com as escutas em orelhões nas esquinas próximas aos pontos de tráfico, os grupos de traficantes já não podem ser considerados apenas como “bandos”, mas sim uma máfia bem organizada e que toma precauções às quais a polícia demora para entender e investigar.

Continue reading‘The Wire’ entrega seus episódios mais políticos na 3ª temporada