Oscar 2019: minhas apostas para os vencedores

Aquele esperado momento do Oscar está chegando. Bem, convenhamos que esse ano não empolgou muito… Até chegar na semana que antecede a premiação. Confesso que não assisti todos os filmes como normalmente eu faço em todos os anos. Mas, ainda assim, arrisquei os meus palpites como pede a tradição. Segue abaixo e boa premiação a todos:

Continue readingOscar 2019: minhas apostas para os vencedores

Podcast Goodfellas: Episódio 1 – Vida de Jornalista em LA (Part: Rodrigo Salem)

É com muita satisfação que finalmente apresentamos o Podcast Goodfellas. Ainda estamos aqui ajeitando as coisas, mas esse episódio Piloto precisava sair essa semana de qualquer jeito. Desde 2018 que estamos pensando em produzir um podcast próprio, mas o momento nunca parecia apropriado. Agora chegou o momento. E estamos muito contentes de compartilhaer isso com vocês.

O formato do Podcast Goodfellas é de convidar profissionais que atuam no mercado de cinema ou televisão para uma entrevista bem descontraída e divertida. E o nosso convidado de estreia do programa é o jornalista Rodrigo Salem, que já cobre a indústria do entretenimento há mais de vinte anos com passagens pelas revistas SET, GQ e Contigo, Salem se mudou para Los Angeles há cinco anos e, desde então, passou a cobrir os temas pelos quais ele mais gosta diretamente de lá para o jornal Folha de São Paulo.

Continue readingPodcast Goodfellas: Episódio 1 – Vida de Jornalista em LA (Part: Rodrigo Salem)

‘Trama Fantasma’ tem história imprevisível e cheia de estilo

O mesmo mistério que permeou o lançamento de Trama Fantasma até praticamente a sua estreia também é o que norteia a narrativa do novo filme de Paul Thomas Anderson, o oitavo da sua carreira e o primeiro ambientado inteiramente na Inglaterra. Escrito pelo próprio diretor, o filme é imprevisível ao construir com esmero afinco as personalidades dos seus personagens. Trama Fantasma acompanha Reynolds Woodcock (Daniel Day-Lewis, em provável última atuação) e sua obsessão e genialidade em desenhar vestidos que são usados pela alta classe britânica e a realeza europeia.

Mas logo nos primeiros quadros de Trama Fantasma, Paul Thomas Anderson faz questão de mostrar que o ambiente onde a narrativa se desenvolve, a Casa de Woodcock, é rodeado por estranhezas e manias que têm um único objetivo: respeitar o processo criativo de Reynolds. Quando ele é confrontado logo no café da manhã por uma de suas modelos, fica nítido o quanto Reynolds é um homem de difícil convivência, capaz de ser entendido (ou compreendido) apenas por sua irmã, Cyril (Lesley Manville). Ao tirar o final de semana de folga e partir para o campo, ele conhece a misteriosa Alma (Vicky Krieps), uma simples garçonete e por quem Reynolds imediatamente se interessa.

Continue reading‘Trama Fantasma’ tem história imprevisível e cheia de estilo

‘Três Anúncios Para Um Crime’ não é o filme reflexivo que pensa ser

Os filmes do cineasta Martin McDonagh me lembram muito as comédias de humor negro realizadas pelos irmãos Coen, quando estes não querem soar sérios ou pretensiosos demais. Não há nenhum interesse em soar profundo, hermético ou buscar compreender a natureza humana. O objetivo é ser crítico ao mesmo tempo que consegue divertir. Por outro lado, tanto nos filmes de McDonagh quanto nesses feitos pelos irmãos Coen, há muitas outras camadas que nos possibilitam enxergar e refletir além do tom disfuncional, errático e disfarçado de humor que carregam. Três Anúncios Para Um Crime tenta criar uma narrativa assim, mas não consegue estabelecer nenhuma profundidade, ao contrário do que o filme pensa que é.

Mildred (Frances McDormand, a melhor no elenco do filme) é uma mãe em luto que decide buscar justiça ao perseguir a polícia local da fictícia Ebbing, comandada pelo Xerife Willoughby (Woody Harrelson), ao colocar outdoors perto da entrada da cidade com o intuito de chamar atenção para o brutal assassinato da filha e os meses de impunidade em que nada foi feito. O departamento é uma bagunça e o símbolo maior disso é Dixon (Sam Rockwell), policial racista e que usa seu distintivo como intimidação. Porém, Mildred decide comprar a briga e divide toda a cidade, desencadeando uma série de tensões no lugar entre os que apoiam as suas ações e outros que estão do lado do respeitado xerife.

Continue reading‘Três Anúncios Para Um Crime’ não é o filme reflexivo que pensa ser

‘O Que Te Faz Mais Forte’ presta homenagem à força de Boston

Um homem de 30 anos, morando com a mãe, apaixonado por uma moça com quem ele já terminou e reatou várias vezes o relacionamento, se manda entusiasmado para a linha de chegada da Maratona de Boston em 2013, levando um cartaz para fazer uma surpresa a ela e mostrar seu apoio. Seria um dia comum e uma redenção, já que com isso ele esperava conquistá-la novamente. Mas dois irmãos tinham o mesmo plano de irem para o fim da maratona, com o intuito de cometerem um atentado e ferirem muitas pessoas.

O estranho Jeff Bauman (Jake Gylenhaal) se transforma então em um símbolo da força da cidade após ter sido uma das vítimas dos atentados à Maratona de Boston e perdido suas duas pernas. O lema “Boston Strong”, que tanto tomou conta da cidade durante o período de tensão que sucedeu aos ataques, alçou Jeff Bauman a ser um herói na cidade. Porém, O Que Te Faz Mais Forte está interessado nos conflitos que a mídia e a população americana não viram – e em como o próprio Bauman foi da negação de ser algo que ele não queria para então realmente se encontrar.

Continue reading‘O Que Te Faz Mais Forte’ presta homenagem à força de Boston